Vendaval

sexta-feira, outubro 27, 2017

Depois de um período de calmaria, aqui estou eu no meio de um vendaval.
Enfrentando ventos fortes vindo de diversas direções... Se fosse em outros tempos, me encontraria desorientada e abalada, mas não é assim que me encontro hoje.
Embora cansada fisicamente e desgastada mentalmente tenho vivido um tempo diferente e desafiador: Posição nova na empresa, apartamento em reforma, pressão, gastos, tempo escasso, estresse.
E mesmo assim, mais do que nunca consigo observar quem Ele é, e as vezes só parar e recuperar minha respiração, olhar para Ele e ver a mim mesma.


Ainda falando sobre o tempo de amadurecimento que estou tendo, de novas descobertas em quem eu sou e um novo fundamento sendo lançado - ainda mais forte do que o anterior - dentro de mim.
Tive os olhos do meu coração iluminados quando me quebrantei diante Dele e todas minhas características foram expostas quando eu decidi parar de olhar para Ele através da situação que eu estava vivendo e comecei a olhar para Ele a partir de quem Ele é.
Parei de criar desculpas, parei de focar em minhas fragilidades e até mesmo de invejar o próximo para que eu pudesse me colocar numa posição de ajuste. Para que Ele gerasse o que ainda não havia em mim a partir Dele e isso fez e está fazendo toda a diferença para esse período que estou vivendo.

E esse período é de: instabilidade, incertezas, transições.
Não estou tendo condições para ter uma rotina como era antes - e poder investir um tempo com Ele.

Por muitas vezes ainda me alguns pensamentos surgem perguntando se vou dar conta ou se é isso mesmo que é esperado de mim.

Tenho aprendido a cada dia e de maneiras diferentes a ter uma percepção de quem estou me tornando a partir do lugar que estou, aprendendo a ouvir a voz Dele acima do caos desse vendaval.
Vivendo um dia de cada vez sem me render ao dia mau, mas emergir na atmosfera pacífica da voz que ecoa acima de tudo isso.
Prossigo.
Me encontro.

Pode ser que você também goste:

0 comentários